Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Homem espanhol esta a estudar a lingua portuguesa

Homem espanhol esta a estudar a lingua portuguesa

23
Fev18

comprovo o corector e escribo sobre a Angola

Juan estudante
Boa tarde.
Volto para ver se o problema foi resolvido, mais nada aconteceu. Então todo mundo vai ver o mal que escreve un espanhol em português.
Hoje é um dia de azar. Agora fico num locutorio, isto é o locutorio da "Mezquita de Tetuán" em Madrid. E agora é justamente a saída do rezo do meio-dia, das sextas-feiras.
Eu encontrei-me em frente da turma musulmana no começo desta rua. Eu era o unico que caminhava hacia o interior.
E tambén, como estou doente, uso um lenço ate o nariz.
Por isso mesmo alguns hombres com jeito feio tinham me olhado fixamente, quando caminhava hacia esta rua. Enquanto vi a multitude, compreendi.
Outra coisa.
Eu tenho pensado escrever sobre uma cosa da Angola.
Há alguns anos, eu asisti num programa da TPA, a televisão da Angola pelo satelite.
O programa era sobre o trabalho em Angola, tinham varios convidados. Um deles concentrou toda a atenção, falou muitos minutos.
Ele disse que tinha muitas dificuldades para trabalhar lá. Era engenheiro, doutor nuclear com especialidade en "fisión nuclear" (eu não sei escrevê-lo em português). Pois o cara, repetiu muito aquilo de doutor em fisica nuclear.
Essa cadena da TPA pode se recever no mundo todo. Eles têm varios satelites. No Canadá, nos estados unidos e o Mexico, puderan ouvi-le. Também aquí na Espanha e todos os paises da Europa e o norte da Africa, por outro satelite. E ainda há outro satelite para o leste da Asia, como Australia, Indonesia, Japão, a China e parte da Russia. Não sei se os brasileiros querem saber da Angola.
Essa televisão me lembra da televisão que nós tinhamos aqui na Espanha cá antes.
Então, quien quiser, pergunte nesses paises pelas queixas do doutor nuclear angolano.
Isto é um negocio muito serio porque eu tenho estudando "estadística" desde o começo do ano, e preciso de algoritmos.
Por isso pergunto por aquí, quantos doutores nucleares de Cavo Verde estão desempregados?.
É para fazer uma gráfica de comparação, doutores nucleares angolanos como o jovem negro da TPA, comparados com os doutores nucleares cavoverdianos.
Eu não preciso de perguntar aos portugueses, eu sei quantos engenheiros doutores em fisica nuclear há em Portugal.
Eu ficaria contente só com que isto funcione melhor. E deixo tranquilos aos africanos e seus engenheiros doutores em fisica nuclear desempregados.
Como eu não fui à universidade, ja sei onde não puder trabalhar ;-D .

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D